Mariana Anselmo

Share
pessoa atrás de um balcão de loja de materiais de construção simulando uma venda
Quer começar a vender material de construção? Entenda como otimizar suas vendas de acordo com as novas tendências do mercado.

Quando falamos em construção, o lar é a primeira coisa que vem à mente. Segundo o Google, no cenário pós-pandemia, 57% dos brasileiros querem continuar investindo em suas casas. Isso prova que a valorização dos lares é uma realidade.

Aí que entra o mercado para vender materiais de construção. Eles são essenciais para qualquer obra, seja uma reforma ou construção do zero. 

Deu para perceber que vender material de construção é um bom negócio, não é mesmo? Então, que tal entender mais sobre como fazer isso de uma maneira efetiva e interessante? Siga as dicas!

1 – Conhecer o mercado de material de construção é chave

A relação com os lares mudou depois da pandemia e o mercado acompanhou! Além da alta demanda, que foi impulsionada pela vontade de reformar os lares, muitos lojistas começaram a contemplar opções online, como aplicativos e sites.

No primeiro trimestre de 2021, o setor de Casa e Construção ficou em 5º lugar entre as categorias em que ocorreram maior volume de vendas de e-commerce. Isso representa 8,1% no número total de pedidos feitos no mesmo período, segundo a Neotrust.

Isso significa que o e-commerce, além de ser uma oportunidade, também pode contar com outras soluções digitais na hora de preencher o estoque. 

É por isso que somos praticamente um estoque online para os lojistas. 

2 – Investir em diferenciais faz toda a diferença

Quando falamos em vender materiais de construção, existem alguns pontos que fazem muita diferença. Eles vão te ajudar a destacar o seu negócio em relação à concorrência.

Confira alguns elementos que achamos essenciais:

Um bom prazo de entrega

Agilidade é algo muito requisitado para os clientes quando o assunto é material de construção. Eles querem comprar no conforto de suas casas e receber o mais rápido possível. 

A necessidade de velocidade é tanta que segundo o Market Review, da Bornlogic em parceria com a Opinion Box, 78% dos consumidores já deixaram de comprar algo online por causa do demorado prazo de entrega e insatisfatório.

Isso acontece, ainda mais neste setor, porque muitos consumidores acabam comprando materiais ou ferramentas em momentos de necessidade ou até por algum imprevisto na obra. Isso acaba pedindo ainda mais urgência no envio dos produtos. 

Por isso que as entregas rápidas são um diferencial que seu negócio precisa buscar. Agora imagina se você pudesse contar com um fornecedor que te entrega qualquer produto em até 24h?

Fique de olho no valor do frete

94% dos consumidores já desistiram de uma compra por conta do valor do frete, segundo a já citada pesquisa Market Review, da Bornlogic em parceria com a Opinion Box.

Por isso é importante estudar a logística no seu negócio para oferecer um frete mais acessível.

Ajudaria muito se você pudesse contar com um fornecedor que tem frete grátis em compras a partir de R$100, não é mesmo? 

Mais meios de pagamento

Diversidade nos meios de pagamento é essencial para o seu negócio atrair mais clientes. Afinal, as pessoas também estão sempre se organizando financeiramente. Ao oferecer mais meios de pagamento, você facilita esse processo para elas. 

Isso não vale só para e-commerce, mas também para loja física. Aceitar o maior número de pagamentos possível é só vantagem!

3 – Campanhas e promoções não podem faltar

Quando você pensa em venda de material de construção, é importante separar uma parte do seu orçamento para investir em anúncios e estratégias de marketing. Dessa forma, você aumenta a sua visibilidade e melhora como os seus clientes te enxergam. O resultado disso? Mais vendas. 

Segundo o Market Review: Tendências do E-commerce para 2022, promoções sazonais representam 24% do motivo pelo qual as pessoas gostam de comprar em um estabelecimento. 

Por isso, para impulsionar os resultados da sua loja de material de construção, invista em campanhas e promoções, principalmente com foco no seu departamento. Caso você seja uma loja de pintura, talvez valha a pena fazer a semana dos pincéis ou uma campanha envolvendo cores. A criatividade somada à boas ofertas sempre trará bons resultados para seu negócio. 

4 – Atenção para a pós-venda

Chamado de pós-venda, todo o processo de entrega e relacionamento com o cliente, que acontece a partir do momento em que a venda é feita, esse é um momento importantíssimo para a fidelização do cliente. 

É importante ter cuidado com as embalagens e com a entrega dos produtos. Além disso, oferecer garantias também deixa o cliente mais seguro. 

E não se acanhe quando acontecer um caso de devolução ou troca da mercadoria. Segundo a Ebit  e a Nielsen, 93% dos consumidores que realizam troca ou devolução de produtos voltam a comprar na loja quando a experiência é boa durante esses processos

5 – Loja física + loja online = sucesso

Para vender material de construção, é interessante diversificar os seus canais. Mesmo que seu foco seja maior em um deles, é interessante mostrar para seu cliente as diversas formas de adquirir um produto com você. Isso dá credibilidade para sua marca. 

A integração de meios online com físicos é positiva. Segundo o Market Review: Tendências do E-commerce para 2022, 74% dos consumidores já pesquisaram algo online e acabaram comprando na loja física, enquanto 84% fizeram o caminho inverso, pesquisando na loja física para depois comprar online. Ou seja, ambos os caminhos são válidos. 

É hora de começar a vender materiais de construção

Preparado para adaptar essas dicas ao seu negócio? Com essas práticas, seu negócio de material de construção vai potencializar vendas e ficar cada vez mais preparado para ampliar sua clientela.