Mariana Anselmo

Share

Você não possui um sistema de software de planejamento de recursos empresariais, também conhecido como ERP? A gente entende… Nem todo mundo tem, mas toda empresa precisa acompanhar suas vendas. Talvez, o que você não saiba é que dá pra criar um bom relatório de vendas no Excel. 

Essa é uma ótima ferramenta para quem não tem um ERP. Caso você não possa investir em um, hoje, vamos te ensinar como usar o Excel para essa função.

Por que o relatório de vendas é importante? 

Esse relatório funciona, basicamente, como uma análise que auxilia gestores e demais profissionais da área de vendas a avaliarem a situação comercial em que suas empresas estão. Através de suas informações é possível corrigir rumos e tomar decisões baseadas em dados. 

O que um bom relatório de vendas pode mostrar sobre o seu negócio:

  • Medir e apresentar a performance de um vendedor ou de uma filial
  • Compilar em um só documento e demonstrar o desempenho de uma equipe para investidores, funcionários e superiores
  • Uma falha no processo de compra ou na jornada do cliente
  • Os produtos mais e menos vendidos
  • Sazonalidade (o que ocasiona o aumento ou a diminuição das suas vendas)
  • Quem mais compra da sua loja (para entender, por exemplo, onde anunciar, para quem etc)
  • Como montar o seu estoque (itens, quantidades de acordo com a sazonalidade)

O que não pode faltar no relatório?

Antes de irmos para a parte prática, é importante você estar bem informado em relação a algumas questões. 

O primeiro passo é ter um objetivo claro. Informações em excesso não vão te ajudar. Elas atrapalham a composição do relatório. Por isso, foque no que realmente importa, elencando os dados necessários. 

Defina o que fará parte do padrão do documento: número, cargo, período, metas, canais utilizados, arrecadação, categoria e o que mais achar essencial. Não existe uma receita pronta, só tome cuidado para não colocar coisa demais e deixar o seu relatório confuso. 

Em seguida, estipule quais as métricas que fazem sentido para o seu negócio e objetivo. Elas podem ser número de vendas, valor das vendas, produtos mais vendidos, ausências no estoque, dias e horas com maior percentual de conversão etc. 

Por último, estipule a periodicidade; afinal, o relatório de vendas deve estar associado a um período. Essa etapa é importante porque você só pode comparar períodos semelhantes. 

Hora de criar o seu relatório de vendas no Excel

Quem não tem ERP pode usar o Excel sem problemas. Ele ajuda a fazer esse controle básico, essencial para entender o seu negócio melhor. O programa disponibiliza algumas planilhas de vendas gratuitamente, através da galeria de modelos que pode ser encontrada dentro do próprio aplicativo. 

Confira a seguir o passo a passo:

1 – Abra o Excel, acesse o menu “Arquivo”, clique na aba “Novo”, na lateral esquerda da tela. 

2 – Use o campo de busca para pesquisar por “Vendas”. Já olhe nos resultados qual é o modelo desejado.

3 – Leia a descrição e veja a prévia da planilha. Gostou? Clique em “Criar” para baixar o arquivo e editá-lo. Caso não goste, clique no x na pequena janela e volte para a galeria. 

4 – O modelo escolhido será aberto no Excel. Claro que você pode editá-lo, adequando-o totalmente às suas necessidades. 

Pronto! Você tem o seu relatório de vendas no Excel editável. Insira as informações importantes conforme comentamos nos tópicos anteriores e comece a ter mais controle sobre o seu negócio. 

Por falar em vendas, você quer entender mais como realizar um bom planejamento é essencial para essa área? De análise de mercado até sua operação interna, existem vários pontos que não podem faltar no seu planejamento de vendas.

Confira o vídeo que fizemos do tema e saiba mais como a TUL pode te ajudar nisso.

https://www.youtube.com/watch?v=z99_yCU6gZw