Categories: Você sabia?

Leduar Filho

Share

Oriundo da Mesopotâmia há mais de 5 mil anos, o popular prego é basicamente uma haste de metal com duas pontas: uma afiada e a outra achatada.

Ao longo do tempo, eles foram aprimorados e, hoje, existe inúmeros tipos de prego para usos distintos. Já não é mais tão fácil saber qual usar ou comprar.

Se você está procurando um guia que te ensine a escolher o prego certo para cada trabalho, veio ao lugar certo!

Vamos te apresentar os diferentes tipos de pregos, como escolher o modelo certo para cada trabalho, como trabalhar com cada um deles… Continue lendo para entender quais são os tipos de pregos e como escolhê-los!

Quais são os tipos de prego?

Quando se trata de pregos, há vários tipos diferentes disponíveis para diferentes aplicações. Os tipos de pregos mais comuns são:

  • Comuns: estes são os pregos mais básicos e mais usados. Eles são, normalmente, feitos de aço e têm uma cabeça plana. Os pregos comuns são usados para trabalhos gerais de carpintaria e construção.
  • Acabamento: eles são utilizados para trabalhos de acabamento, como moldagem. Eles são mais finos e têm uma cabeça pequena, que pode ser facilmente coberta com tinta ou massa corrida.
  • Brad: já os pregos Brad são usados para carpintaria ligeira e são normalmente feitos de alumínio ou aço. Eles têm uma cabeça pequena e são usados para unir placas finas de madeira.
  • Telhado: os de telhado são usados para fixar telhas e papel alcatrão. Eles são normalmente feitos de aço e têm uma cabeça grande para proporcionar uma melhor aderência.
  • Drywall: os pregos de drywall são usados para fixar as placas e são tipicamente feitos de aço e têm uma cabeça plana.
  • Concreto: esses são utilizados para fixar materiais em superfícies de concreto e alvenaria. Eles são normalmente feitos de aço e têm uma cabeça grande para melhor aderência.

Como escolher o prego certo para cada trabalho?

Escolher o prego certo para cada trabalho é essencial para garantir um resultado seguro e bem sucedido. Ao escolher um prego para um determinado trabalho, considere os seguintes fatores:

Requisitos do trabalho

Antes de selecionar um prego, considere o que o trabalho exige. Os diferentes pregos são projetados para diferentes aplicações e podem variar em tamanho, forma e material.

Material

O material do prego deve ser adequado para o material em que está sendo usado. Por exemplo, se você estiver fixando madeira ao concreto, você precisará usar um prego de concreto.

Os pregos são normalmente feitos de uma variedade de materiais, tais como aço, alumínio e latão. Os de aço são os mais comuns e são adequados para a maioria das aplicações.

Por sua vez, os pregos de alumínio são leves e são freqüentemente usados para fixar materiais leves. Os de latão são resistentes à corrosão e são ideais para aplicações ao ar livre.

Tamanho

O tamanho do prego deve ser apropriado para o trabalho e para o material em que está sendo usado. Isso vai garantir um resultado seguro e bem-sucedido. Se o prego for muito grande, pode ser difícil de ser introduzido no material.

Tipo de cabeça

Diferentes tipos de cabeçotes estão disponíveis para diferentes trabalhos. A cabeça do prego pode variar de acordo com a aplicação. Os tipos mais comuns de cabeças de pregos são planas, redondas e ovais.

Os cabeçotes planos são ideais para carpintaria geral e trabalhos de construção. Já os redondos são adequados para a fixação de drywall e outros materiais leves. Os ovais são frequentemente utilizados para fins decorativos e proporcionam uma melhor aderência.

Acabamento dos pregos e seus benefícios

Os pregos vêm em uma variedade de acabamentos, tais como galvanizados, aço inoxidável e zinco. Confira algumas das possibilidades:

  • Galvanizados: são revestidos com uma camada protetora de zinco para evitar ferrugem e corrosão.
  • Aço inoxidável: são resistentes à ferrugem e à corrosão e são freqüentemente utilizados para aplicações externas.
  • Zinco: são frequentemente utilizados para fins decorativos e proporcionam uma melhor aderência.

Cuidado e manutenção adequados

O cuidado e a manutenção adequada de dos seus pregos são essenciais para garantir um bom resultado. Aqui estão algumas dicas:

  • Armazenar os pregos em um local fresco e seco para evitar ferrugem e corrosão.
  • Evite martelar com muita força, porque pode fazer com que seus pregos dobrem ou se quebrem. Ao martelar, use torneiras leves para garantir um ajuste seguro.
  • Limpar regularmente os pregos para remover sujeira e detritos.
  • Lubrificar os pregos para prevenir a ferrugem e a corrosão.

Seguir estas dicas ajudará a garantir que seus pregos permaneçam nas melhores condições.

Já sabe tudo de pregos?

Escolher o prego certo para cada trabalho é essencial para garantir um resultado seguro e bem-sucedido. Depois de considerar estes fatores, você estará melhor equipado para escolher o prego certo. Na TUL, você encontra uma grande variedade e, com certeza, temos aquele que você tanto precisa!

Agora, vá em frente e compre exatamente o prego ideal para o seu trabalho.