Categories: Empreendedorismo

Mariana Anselmo

Share

Emitir nota fiscal, ou NF, é uma etapa crucial para a gestão transparente e segura do seu negócio de materiais de construção. Esse registro formaliza todas as transações. E também garante que todas as informações tributárias estejam devidamente registradas e em conformidade com a legislação vigente.

A NF registra a transferência de mercadorias de sua loja para outras empresas ou para consumidores individuais. Além de fornecer os dados necessários para o correto recolhimento de impostos.

Ao emiti-la, a empresa aumenta também a confiança de seus clientes, pois esse documento lhes garante seus direitos, como a troca ou reembolso de produto.

Para se ter uma loja regularizada, emitir nota fiscal é um requisito essencial. E você pode fazer isso tanto de forma online, quanto a emissão física da Nota Fiscal. 

Agora, vamos entender como isso funciona para diferentes tipos de empresas:

  • Microempreendedor Individual (MEI): Se você é um MEI, tem a opção de emitir a nota fiscal avulsa (NFA) ou a nota fiscal eletrônica (NF-e), embora a última seja obrigatória para alguns estados.
  • Microempresa (ME) ou superior: Se o seu negócio se encaixa na categoria de Microempresa ou superior, a emissão da nota fiscal eletrônica (NF-e) é obrigatória.

Por dentro da Nota fiscal avulsa – NFA

A NFA é uma alternativa à NF-e, disponível para MEIs que não possuem um software para emissão de notas fiscais. Ela também serve como comprovante de venda e atende aos padrões da Nota Fiscal Eletrônica Nacional.

Cada estado pode ter suas próprias normas e regras para a NFA. Alguns lugares, como o Distrito Federal, ela pode não estar disponível para MEIs. Portanto, é importante verificar a disponibilidade da NFA no site da Secretaria da Fazenda (SEFAZ) do seu estado.

Existem dois modelos de Nota Fiscal Avulsa:

  • Modelo 55: totalmente eletrônico, enviado ao cliente como um arquivo XML
  • Modelo 1-A: gerado eletronicamente, com versão impressa válida como documento fiscal.

A emissão da NF avulsa pode ser vantajosa para micro e pequenas empresas, proporcionando uma maneira econômica de registrar transações.

No entanto, a correção de erros pode ser complicada. Isso porque é preciso cancelar a nota e emitir uma nova. Por isso, é mais adequada para empresas com um volume de vendas mais baixo.

Mas e a NF-e?

Agora, vamos discutir a famosa NF-e, a nota fiscal eletrônica, que é essencial para a maioria dos negócios. Ela é um padrão nacional e é fundamental para o funcionamento de qualquer empresa, pois permite o recolhimento de tributos relacionados às operações do negócio.

Para poder emitir a NF-e, é preciso solicitar um acesso ao emissor de Nota Fiscal Eletrônica por meio da SEFAZ do seu estado (aqui está o link para o Estado de São Paulo). Preencha os documentos necessários e entregue-os pessoalmente ao Posto Fiscal, incluindo uma cópia do seu RG, CPF e comprovante de MEI.

Após obter acesso, você poderá começar a emitir as NF-e pelo site da SEFAZ. A emissão traz diversas vantagens, como:

  • economia de custos
  • agilidade nos processos
  • controle financeiro aprimorado 
  • oportunidade de explorar canais digitais

Mantenha-se atualizado com as tendências do mercado e prepare-se para aproveitar oportunidades.

Lembre-se de que, ao seguir essas orientações, você estará garantindo a conformidade legal e a transparência nas operações do seu negócio de materiais de construção.

Quer mais dicas para alavancar o seu negócio? Então, acompanhe as nossas sessões “Empreendedorismo” e “Expanda seu negócio“.