Categories: Empreendedorismo

Mariana Anselmo

Share

Seja por desejo ou por necessidade, a verdade é que cada vez mais brasileiros estão empreendendo e se tornando donos do próprio negócio. Se esse é um desejo seu, saiba que montar uma loja de materiais de construção pode ser uma boa ideia!

Com a pandemia, mais pessoas deram atenção aos seus lares. E se preocuparam em viver em casas mais confortáveis, bem estruturadas, em que fosse agradável passar tanto tempo.

Só em 2021, de acordo com a CNN, o faturamento da indústria de materiais de construção aumentou 8%. Para um setor que vinham passando por certa crise, o crescimento é muito significativo!

Mas não basta querer montar uma loja de materiais de construção, não é? Assim como em qualquer mercado, é preciso estudar e buscar mais informações que minimizem a sua chance de errar e jogar dinheiro fora. 

Por isso, no post de hoje, a gente vai trazer algumas dicas importantes para quem quer se aventurar no empreendedorismo, abrir seu próprio negócio e se tornar um lojista da área da construção civil.

Como montar uma loja de materiais de construção

Comece com um planejamento financeiro

Esse deve ser o primeiro passo de quem quer abrir um negócio, seja ele em que ramo for. É preciso entender o quanto esse negócio demanda de investimento financeiro e o quanto você tem para arcar com isso.

De uma forma geral, o que esses custos englobam são: 

  • Aluguel de espaço
  • Reforma e estrutura do lugar
  • Compra do estoque inicial
  • Profissionais para trabalhar na sua equipe
  • Sistemas necessários, exemplo: ERP, sistemas de automatização etc 
  • Custos para manter o negócio: internet, luz…

O ideal é que você consiga planejar não só a etapa de montar e estruturar o seu negócio. Mas pense também nos primeiros meses. Neles, a sua loja tem chances de ainda não gerar tanto lucro e seria importante ter esse dinheiro que vai alimentar o seu fluxo de caixa.

Estude a concorrência e entenda o mercado local

Agora que você já mapeou todos os gastos do seu futuro negócio, chegou a hora de entender um pouco da concorrência e do mercado local. 

Por exemplo, quantos concorrentes você consegue identificar na sua cidade (se você morar em uma cidade pequena, por exemplo), ou do seu entorno (caso more em uma cidade muito grande, como São Paulo)? Cada um deles tem portfólio completo? Quais vantagens e benefícios oferecem aos clientes? Essa região tem a real necessidade de mais uma loja de material de construção?

Leia também: Aprenda como fazer uma pesquisa de mercado

Todas essas são perguntas que devem ser respondidas para definir onde você vai abrir o seu negócio. Talvez, a sua vizinhança não seja o lugar ideal. Mas que tal ampliar o seu olhar e considerar aquele bairro vizinho, onde estão construindo prédios, seja uma boa opção?

Além de te ajudar a definir a localização, estudar a concorrência é útil em mais pontos na hora de montar a sua loja de material de construção: 

  • Entender se a sua loja deve ser generalista ou especializada em um viés, como loja de tintas, de iluminação e elétrica…
  • Entender o mix de produtos e marcas que você deve ter para começar o seu negócio

E isso se conecta com nosso próximo tópico:

Pesquise produtos e fornecedores

Depois de pesquisar em sites especializados, nos concorrentes e até em conversas com possíveis fornecedores, é hora de definir quais serão os produtos que você vai vender.

Para lojas generalistas, alguns desses itens são:

  • cimento
  • arame
  • areia 
  • pedra 
  • tijolo
  • telhas
  • pisos e revestimentos
  • madeira
  • tintas 
  • massa corrida e rejunte
  • pregos e parafusos
  • ferramentas
  • materiais elétricos e hidráulicos

Mas lembre-se: nesse primeiro momento, você vai fazer testes e não significa que os itens podem mudar à medida que você for vivenciando o seu negócio.

Definido seu mix de produtos, vale trazer aqui o seu público-alvo para definir o que comprar. Sua loja está em uma região de classe média alta? Então, talvez não faça muito sentido comprar marcas de linha C, que são mais acessíveis e com menor qualidade. 

O mesmo vale para o inverso: sua loja está em uma região popular? Linhas B e C de produtos fazem mais sentido. E você pode trazer alguns produtos de linhas premium, mas essa não deve ser a base do seu estoque.

Leia também: 5 dicas para melhorar o estoque da sua loja de materiais de construção

Então, já vimos duas coisas para definir: mix e linhas de produtos. E claro, as marcas. Muitas marcas têm 3 linhas diferentes de produto, para atender públicos diferentes. 

Pesquise quais as mais compradas e buscadas no mercado, tenha sempre os produtos-chave em estoque e deixe para experimentar marcas e linhas diferentes com alguns poucos produtos. À medida que você identificar a aceitação do público, você vai repondo esse estoque. 

Dica extra para montar sua loja de materiais de construção

Mas o que não pode faltar jamais é aquele fornecedor parceiro e muito confiável, que vai ter o que você precisa, te entregar rápido, sem ruptura de pedido, com preços competitivos e ainda faça boas ofertas para potencializar seus ganhos. 

Sabem quem é assim? A TUL! No nosso app ou site, você encontra tudo que precisa para a sua loja e a gente te entrega super rápido! Além disso, temos promoções e ofertas diárias, para que você possa economizar ao abastecer o seu estoque e possa ter uma margem de lucro ainda maior. 

Já pensou? Corra pra TUL e conheça o parceiro que você tanto precisava!